Casa arrumada

16/04/2018

Foto: Maud Chalard | fonte: iPhone Channel

Uma vez teve alguém que chegou e pediu pra entrar. Eu abri a porta, servi carinho e café. Nesse tempo este não era o melhor lugar do mundo para se viver, mas sempre tinha amor.

Essa pessoa colocou os pés na minha mesa. As visitas se tornaram mais íntimas. Já invadia o meu quintal, abria a geladeira, mudava a mobília e eu sempre sorria.

Com o tempo eu já não reconhecia o meu lugar, cada cômodo ali já não era mais aconchegante para mim.

A pessoa que entrou com os sapatos sujos, foi-se embora deixando o piso manchado. Eu me vi sozinha em um lugar que era meu, mas não tinha nada de mim. 

Fiquei triste, mas a tristeza não devolveria o aconchego do meu lar de volta. Então eu decidi fazer tudo de novo, só que agora melhor!

Comecei tirando o lixo, depois me desfazendo de coisas que já não combinavam mais comigo. Ficou espaçoso e limpo.

Era tão bom ver minha morada se transformando em um lugar maravilhoso!

Um dia eu saí para ver o dia e trazer cores novas pra dentro. A gente se conheceu e eu recebi flores suas. Eu percebi que elas deixavam minha casa linda e tudo que você me dava combinava com as minhas paredes.

Enfim, pronta!

Entra, pode vir, minha casa tá arrumada pra você.
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada pela visita e até a próxima!