Sinto falta da menina que eu era

14/03/2018

Foto: @thiago.rafaelc | Modelo: @alesimonatto

De todas as pessoas que me fazem sentir saudade, a maior delas é eu mesma.

Sinto falta do jeito suave com que eu via o mundo. Sempre acreditando que ele, no fundo, era melhor do que parecia e sempre vivendo como se ele fosse o lugar mais incrível para se habitar.

Sinto falta da maneira com que eu encarava meus problemas. Aquela ingenuidade que todo mundo criticava me fazia forte.

Lembro-me das tardes solitárias, onde eu imaginava meus sonhos e acreditava firmemente neles. Lembro de passar horas comigo mesma e ser feliz assim. Ali eu lia, ouvia, pensava e tudo era tão eu. Lembro de chorar e segundos depois sorrir, porque dentro do me próprio coração descobria a esperança. Eu sempre fui a minha melhor amiga.

Em que momento foi que eu passei a dar mais ouvidos para as outras pessoas do que pra mim mesma? Em que momento foi que eu deixei roubarem a minha essência de mim? Bagunçaram meus pensamentos, pisaram nas minhas emoções e o que sobrou de mim nem eu mesma sei dizer.

Esse é um daqueles momentos que eu só queria dormir até tudo passar. Repousar e ser uma pessoa nova ao despertar.

Eu queria ter de volta em mim a menina que eu era. Queria poder dar conselhos e fazer carinho. Queria poder amadurecer ela e vê-la se tornar uma mulher incrível, sem moldes de outras pessoas, do jeito dela.

Será que dá?
Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. Me identifiquei dentro do seu texto. E a resposta é sim, nunca é tarde para ser vc mesma, para resgatar aquela menina sonhadora e ao mesmo tempo é no chão.
    Beijo, www.apenasleiteepimenta.com.br

    ResponderExcluir
  2. Sei exatamente como é isso. A gente meio que vai se perdendo para os outros em algum momento, de frente p o espelho a gente se pergunta "onde meu eu foi parar?"
    acho que perceber isso é o primeiro passo para se encontrar novamente.
    Lindo

    Com carinho, Beca; Café de Beira de Estrada

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e até a próxima!