Essência

10/02/2017


   O meu corpo é templo de bondade, aqui todo mal é passageiro, sem muito tempo pra existir. A confiança na plenitude dos encaixes da vida me faz positiva o suficiente para acreditar no que é bom – mesmo nas situações adversas.

   Faço tudo com amor, ao próximo e a mim mesma. Rodeada por pessoas que transbordam o mesmo. Nossa cumplicidade e conhecimento sobre nossos corações é concreta e nos permite irmos além sem precisar falar algo, a gente só sabe. No silêncio é quando falo mais alto, é quando mais me ouço. Cuido dos meus sentimentos para cultivá-los sempre tranquilos, complacentes, com o olhar direcionado ao mundo de forma delicada, para que eu saiba lograr o que de fato é importante.

   Me dedico a levar e trazer o amor, a distribuir o que eu receber a troco de ver alguém feliz. Com o coração em paz, eu sigo confiante deixando que a minha intuição me guie pelos caminhos nos quais eu devo traçar – ainda que eu não conheça os propósitos no fim.

   Não tenho necessidade de vislumbre, afinal, sei que poucos irão notar, pois o que há de melhor em mim está compreendido entre os limites do meu corpo e hoje em dia, as pessoas olham a superfície e não o interior.

   Reúno em mim todas as coisas as quais tenho afinidade, prazer e amor e todas essas coisas me devolvem uma energia que apontam o reflexo do que eu sou.
Inundo meu corpo com o brilho mais cintilante que posso efluir, satisfazendo o meu ser daquilo que já tenho em mim.


   Dou graças a tudo o que não tenho, pois se não tenho, é porque não me cabe. E assim, passeio pelos espaços da vida, me fazendo presente, sem cadeia ou corrente, apenas por livre arbítrio de amar pelo tempo que for necessário.
Comentários
3 Comentários

3 comentários:

  1. "Dou graças a tudo o que não tenho, pois se não tenho, é porque não me cabe." Esta frase me fez tão bem que eu nem consigo explicar. Você é uma fonte de paz, inspiração e luz pra mim, Nay. Só queria te lembrar disso. <3

    ResponderExcluir
  2. Lindo texto! Passou uma sensação de paz inexplicável...

    Beijos,
    Mayelle | www.infinitosdetalhes.com.br

    ResponderExcluir
  3. Que texto mais lindo! É uma alegria imensa saber que ainda existem pessoas que prezam pelo o amor e não se deixa cegar pela as imagens superficiais do mundo. Continue a escrever e espalhar o teu iluminar aonde quer que você vá ou o que faça!♥

    Um cheiro

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e até a próxima!