1 ano de blog, um texto nada haver e o resultado do sorteio

04/07/2016



    Dias corridos, tempo apertado, mais tarefas para um dia do que horas para cumpri-las. Assim é a minha vida atualmente. Entre trabalho, faculdade, igreja e vida social tento manter este blog.  
    
    Há um ano criei o Último Biscoito e sempre que clico enter neste link sinto um orgulho sem tamanho. Sei que para muitas pessoas é uma simples página na internet, mas para mim não, não é só mais uma página, é a minha página na internet. É como se fosse meu quarto, só que virtual. É o meu espaço. O meu lado mais fiel.
   
    Gostaria de me dedicar bem mais a tudo isso, gostaria que hoje fosse um dia especial aqui dentro. Não rolou. Não do jeito como eu imaginei, mas ainda sim, é especial de alguma forma. Quem me conhece sabe. O inicio de alguma coisa me deixa muito empolgada, eu sempre sinto um sentimento de recomeço. Por isso, todos os dias é um ritual, o começo de alguma coisa, uma nova oportunidade para algo, uma chance de mudar. Eu não sei por que tenho essa fixação por mudanças, sempre me cobro achando que posso ser melhor – e posso.
    
    Ultimamente eu não tenho dado meu melhor em nada, nem mesmo aqui. Mas isto aqui é o que mais me ajuda quando os tempos não são tão bons e o que mais me diverte quando os tempos são os melhores.
    
    Mas falando de mudanças, eu não só quero algum tipo de mudança positiva, como preciso. De uns tempos pra cá tenho sofrido constantemente com uma bagunça interna que parece não ter fim. Então oscilo. Tento ficar ok na maior parte do tempo, mas tem certos momentos que é impossível ignorar. Sempre fui muito auto-suficiente com os meus problemas, sou a pessoa que tenta resolvê-los (na maioria das vezes) sozinha. Não sei por que estou falando isso agora, ou aqui, mas dessa vez não é pra fazer sentido. Eu só estava com saudade, com saudade de sentar frente ao computador e falar dos meus sentimentos, falar do que eu vi, do que eu vivi, do que eu já sei e do que eu acho sobre.
    
    Lembro que quando me vi “crescendo” senti medo. Medo de ser como os outros adultos que conheço, medo de não me reconhecer, de olhar para mim e já não enxergar a mesma pessoa. Esse era o medo que eu tinha, essa agora é a situação em que eu vivo. E aí eu descobri o sentido de tudo. Às vezes passamos por situações que fazem com que nos percamos, e ao invés de sermos todos os dias reflexos dos nossos sentimentos, passamos a ser resultados das situações vivenciadas por nós – assim é a maioria dos adultos. Mas descobri que nós nos perdemos para que possamos nos encontrar novamente, ainda mais.
    
    Eu tô cansada de estar cansada. Eu tô cansada de esperar para ser eu mesma.  Agora eu estou aqui escrevendo este texto, sentada sobre a bagunça do meu quarto, algo que pretendo mudar, assim como algumas coisas na minha vida e vou aproveitar cada dia a partir de hoje em busca disso – pensei eu no banho hoje. A gente se procura tanto, mas não percebe que às vezes a gente se esconde. Se esconde atrás dos nossos medos, da nossa timidez, da nossa insegurança de mostrar quem somos e como somos bons no que fazemos. Essa foi a minha segunda concepção. Por isso, sustento o que eu disse com a ideia de que o melhor lugar pra gente se encontrar, na verdade, é dentro da gente.
    
     Por que estou falando tanto de mim? Porque este blog sou eu. O que eu espero para esse próximo ano? Que o Último Biscoito chegue a mais pessoas. Que os meus sentimentos envolvam alguém, que “ouçam” o que eu tenho pra dizer e que as minhas conclusões sobre coisas da vida ajudem as pessoas da mesma forma que me ajudaram um dia.






    Antes de tudo, gostaria de dizer que fiquei muito feliz com a participação de todas essas pessoas. Estou grata de coração.

    Dentre tantas pessoas legais hoje uma só vai ganhar esse presente. Por que escolhi um layout para sortear? Porque quando eu era uma blogueira iniciante tudo o que eu mais queria era um layout com a minha cara. E aqui neste blog eu me comprometo sempre em fazer por vocês o que eu gostaria que tivessem feito por mim.

    É com muita satisfação que declaro que a fofa Marina Azeredo, dona de um blog que se chama ShinyUnicorns, é a vencedora do primeiro sorteio do Último Biscoito!



Yaaaaay! Logo, logo entro em contato com você <3
 
Mais uma vez obrigada a todxs e aguardem muitas coisas legais pois estou de fériaaaas!!! 
Comentários
3 Comentários

3 comentários:

  1. Flor, primeira vez que venho no seu blog e nossa me identifiquei muito com sua postagem. Me sinto muito perdida, assim como você, comparo minha vida com a dos outros e tenho a impressão que a vida de todos vai pra frente menos a minhas. Uma coisa que tem me ajudado foi buscar fazer terapia e tem sido muito positivo. :)
    Beijos,

    Amanda
    http://talesandtalks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e até a próxima!