Um terço de saudade

11/01/2016

Hoje eu senti saudade, saudade do que eu deixei se esvair. Saudade do tempo que eu perdi com insegurança, impaciência e orgulho bobo. Eu no meio do trabalho me segurei várias vezes para não ceder às lágrimas que batiam a porta dos meus olhos. É sufocante o que eu sinto. É como se houvesse uma parte dentro de mim que pertencesse a alguém que fez questão de deixar vazia, e parece que ninguém é capaz de preencher. Tá vazio, mas não tá livre. Sem dúvida essa dor eu não desejo nem pra quem se considera inimigo. A dor de perder o amor é, sem um pingo de drama, realmente tudo aquilo de ruim que as pessoas dizem (e mais um pouco), falta de apetite, de cor, de vontade... Depois de meses veio à tona de novo, depois de mais de um ano ainda gosto assim. Eu só queria saber se nosso amor era verdadeiro. Descobri que o meu era.
Comentários
3 Comentários

3 comentários:

  1. Texto lindo! A sinceridade é perceptível, para viver um grande amor bastar ter um coração, né?! bjs
    www.parisdepriscila.com

    ResponderExcluir
  2. Entrei no post pq sou completamente apaixonada pela série da menina do vídeo(Lucy) e acabei lendo esse texto maravilhoso, você é maravilhosa, escreve lindamente e com o coração! Parabéns ❤

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e até a próxima!