Ainda sou sua

20/07/2015



Lembro quando te vi pela primeira vez, eu lembro de todos os detalhes. Quando você me lança aquele mesmo olhar, eu sinto como se nada fosse páreo para nós, nada fosse tão difícil e nada estivesse tão diferente.

Eu aprendi a ser feliz com a tua lembrança, mesmo sentindo a tua ausência a cada dia. Era sufocante no início, mas com o tempo se tornou confortante. Talvez pela recordação de poder ter vivido algo tão terno.

Às vezes eu imagino se eu te encontrar. Situações, atitudes, reações. Me pergunto se você ainda é capaz de entender o que eu desejo ter sem eu precisar falar. Tem horas que eu penso que só eu ainda estou na mesma. Me pergunto se a sua vida andou e se você seguiu em frente sem mim. De uma forma ou de outra, isso não importa muito, vou tentar até conseguir que você enxergue que eu te amo, e só paro quando já não tiver mais forças pra continuar.

Eu ainda estou aqui, fica junto de mim. Sei que você sente a minha falta no final. Você reclama do tempo que não passa e dos dias que são longos. Para e vem comigo. Eu sei que esse amor ainda está aí, bem lá no fundo. Deixa fluir nosso sentimento, olha pra mim e vê de novo o quão bonito é o que eu tenho pra te dar.       

Espero todos os dias por uma notícia boa. Será que você já esqueceu de nós dois? Ei, Não diz que não. Eu sei que você ainda lembra de como a gente se sentia. Acorda! Eu to aqui, cheia de planos pra você. Me aceita e vive. Deixa eu tomar conta desse seu espaço, deixa eu bagunçar sua vida toda e depois ajeitar. Vamo mostrar pra todo mundo como o amor é bonito quando é real, como o nosso foi – e ainda é pra mim.
Comentários
3 Comentários

3 comentários:

  1. Me aceita e vive.
    AWN
    que texto mais ~~~~ suspiros ~~~~

    amei!!!

    Beijos Nay :**

    ResponderExcluir
  2. Amei seu blog rs

    garotaintrovertida.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Que bom que você gostou, Fernandinha *-*
    Um beijo ♥

    Obrigada, Lauren ♥

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e até a próxima!