Receita pra uma família feliz

08/04/2015




Por muito tempo eu passei acreditando que uma família perfeita era aquela composta por um pai, uma mãe e filhos dentro de casa. Reclamando da minha e indagando Deus o porquê de os meus pais terem se separado e eu não ter tido mais irmãos. Eu nunca desejei tanto na minha vida uma coisa, como desejava ter uma irmã, ainda sinto falta disso, mas hoje eu já entendendo. 

Há um tempo atrás, vi o pai de uma de minhas amigas ir embora de casa, foi aí que eu me dei conta de que não lembrava de como tinha sido comigo. Vi a reação da minha amiga e comparei com a minha, reparei então na reação do pai da minha amiga e imaginava a reação do meu.

Normalmente quando os pais se separam, o pai sai de casa e a mãe fica com os filhos, mas no meu caso foi diferente. Eu não me lembro bem de quando nos separamos, lembro-me que não me importei por ter partido, eu estava feliz, pois sempre quis mudar pra uma casa nova, como nos filmes que eu via na época. Não fazia ideia do vazio a que eu viria sentir depois. Foi duro, pra ser bem sincera. Não sei como meu pai se sentiu quando nos viu indo embora, mas ele parece até hoje não se importar.



Eu cresci achando que ele não me amava, sempre por causa das atitudes frias e secas. Minha mãe sempre disse que não, que ele ama do jeito dele, um jeito que até hoje não consigo entender. Me perguntava ‘Cadê ele?’ quando a minha mãe brigava comigo e ninguém me defendia. Minha mãe por sua vez sempre trabalhou demais, eu sentia falta dela, mas ela precisava trabalhar, só que antes eu também não entendia isso e acabava brigando com ela. Nessa hora, era onde a irmã que eu queria dentro de casa agiria, me consolando e me distraindo pra depois tudo ficar bem. Mas eu não a tinha e isso só fazia aumentar a minha raiva, ser sozinha. Eu perguntava pra Deus todos os dias o porquê de não ter me dado alguém, aquela pessoa que me acompanhasse, que brincasse, que risse, brigasse e depois fizesse as pazes. Mas a gente cresce, amadurece e entende.

Entendi que o meu pai é assim, sempre foi e o amor dele sempre será um mistério pra mim, mas por via das dúvidas, eu prefiro ser carinhosa e amá-lo assim mesmo. A minha mãe faz de tudo por mim, eu nunca vi uma pessoa tão cuidadosa e dedicada como ela, tudo, absolutamente, ela faz pensando em mim. E sobre a irmã que eu sempre quis, Deus pôs no meu caminho pessoas maravilhosas que preenchem esse lugar na minha vida.



Tudo isso é pra dizer que uma família ideal, não se forma apenas por pai e mãe criando filhos dentro de casa, mas você que mora só com a mãe (como eu), ou só com o pai, com a tia, com a vó pode ser tão feliz quanto.




 Fotos: Tumblr
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada pela visita e até a próxima!