Diga Não!

28/04/2015



Foto: Google
Após o beijo de Tereza e Estela, personagens interpretadas por Fernanda Montenegro e Nathalia Timberg em Babilônia, tenho visto muitas críticas nas redes sociais. Igualmente como aconteceu entre o beijo do Félix e Nico (Mateus Solano e Thiago Fragoso). Críticas boas e ruins. A partir disso resolvi expressar a minha também aqui no blog.

Gostaria que as pessoas não enxergassem como uma tática da rede globo para obter audiência, nem um modo de influência da mídia ao homossexualismo, mas sim entendessem que se trata da livre expressão do amor, uma demonstração básica e terna, um beijo.

Eu gostaria também de ressaltar que a novela não foi feita para crianças abaixo de 14 anos, então vocês pais que se sentiram ofendidos por seus filhos terem visto a cena, vocês estão errados. E nem me venham com essa de que é falta de pudor, porque cenas de sexo explícito são constantes entre casais héteros, então um beijo homo não vai chegar nem perto do que eles podem fazer influenciados pelo que vêem na TV. De qualquer modo, mesmo vocês que não os deixam ver a TV porque acham que de alguma forma isso pode influenciá-los, aconselho a terem uma boa conversa com seus filhos, pois eles não estarão imunes de saber que isso existe afinal o homossexualismo está em toda parte, nos jornais, nas revistas, filmes, séries, redes sociais, esquinas, restaurantes, padarias, parques de diversão, escolas, enfimmm, uma hora ou outra suas crianças vão topar com isso e aí vocês provavelmente serão indagados. Então para evitar certos constrangimentos, futuras perguntas, por que não informá-los? Dizer a eles que “aquilo não é tão comum, mas alguns meninos gostam de meninos e algumas meninas gostam de meninas e o porquê você não sabe, que alguns sentimentos não se explicam, mas que nem todo mundo é assim” e é só isso que ele precisa saber por enquanto.

Eu nunca tive preconceito com isso e quando vi as coisas horríveis que estavam rolando nas redes sociais me senti ofendida porque alguns dos meus melhores amigos são gays e eu os amo imensamente. Fico furiosa e magoada quando vejo alguém expressando seu preconceito livremente agredindo de alguma forma pessoas inocentes por causa da sua orientação sexual.  São violências absurdas, chego a sentir vergonha dessa parte da sociedade e medo porque pode ser um amigo meu.
Gays já têm problemas suficientes, tanto quanto você e eu com nossos pais, com o boletim, vestibular, faculdade, trabalho, amigos, família, relacionamentos, oportunidades, etc. e em meio de todos esses citados ainda ter que aturar o preconceito alheio é um pouco demais não? Então se você é desses, pra você eu digo, pare com isso!

Alguns casais reais:
Camilo Lopes e Marcos Santiago
Sâmia Santos e Lari Salustiano
Todo mundo merece ser feliz do jeito que acha que se sente feliz, deixe que o homossexualismo seja também visto como expressão de amor, como de fato é. Não é nojento, não é falta de respeito, não é falta de pudor, é só amor. Diga não ao preconceito, a qualquer tipo de discriminação, a qualquer forma de exclusão. Mais amor, por favor.
Foto tirada de um prédio do Rio de Janeiro em 2013 ♥

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada pela visita e até a próxima!